sábado, 25 de janeiro de 2014

Valentina



O céu amanheceu pintado de flores.
Dálias e camélias a voar entre as nuvens.
Uma dança fantástica.
Um ballet de cores.
O gato malhado do telhado olhou para cima e se encantou.
Pulou, tentou alcançar a lua.
Pegar uma estrela perdida da noite.
Mas o céu era longe para o gato.
E continuou a mostrar do que era capaz.
A menina acordou e abriu a janela do seu quarto.
O céu estava pintado de cor de rosa.
Como no sonho da menina.
O gato do telhado, devagar, chegou perto da dela.
Roçou seus pelos nos braços da menina.
A menina viu então as flores a cair.
Eram rosas, margaridas, crisântemos, hibiscos.
Apenas esticou-se um pouquinho e quando viu estava ela e seu gato a voar entre as flores.
E que magia estava por lá. Que a fazia viajar por tantos lugares, sem parecer sair do lugar.
A mamãe gritou na cozinha:
- O café está na mesa Valentina!
Ela então apareceu com o vestido todo pintado de flores e um sorriso cor de rosa reluzente como uma estrela.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Dica de leitura: Infâmia

O livro Infâmia, de Ana Maria Machado, é um romance crítico e pontualmente polêmico. A autora conta a história de dois personagens e as calúnias que envolvem o mundo político e cotidiano. O domínio da imprensa que coloca sua opinião muitas vezes difamadora e caluniosa sobre situações corriqueiras; as fofocas em locais de trabalho, entre outras coisas, perpassam toda essa história. O romance foi o vencedor do Prêmio Passo Fundo e Boubon de Literatura, em 2014. A autora ao receber o prêmio, disse que recebeu diversas críticas a esse texto, e até uma nota zero de avaliadores do Prêmio Jabuti. Isso mostra que realmente a autora conseguiu o que queria, mexer com o sistema, sacudir quem estava no limbo. Ótima leitura! E cuidado, nem tudo que escutamos, vemos e ouvimos, é o que parece!

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Serenidade

Sereno é o mar
que me faz navegar
serenar
viajar sem sair do lugar
ter ideias
pensamentos límpidos
transparentes 
reluzentes
como o sol
como a lua
todos a refletir seu brilho
nele
singelo mar
sereno
sincero
que abre meu caminho
meu olhar.

Dica de leitura: A menina que perdeu o trem

Uma novela infanto juvenil cheia de suspense escrita por Manuel Filho. Os meninos Abel e Fig, junto com o guia turístico Carlão acabam descobrindo os fantasmas de Paranapiacaba através de uma câmera fotográfica que tem poderes para ver esses seres invisíveis. Por conta de um acidente com a turma, os dois meninos acabam desmembrando e conhecendo diferentes mistérios que envolvem fantasmas de todos os tipos. E ainda conseguem ajudar o fantasma da menina que perdeu o trem. Uma história divertida, para qualquer idade, pois como diz minha amiga Nóia Kern, livro bom  não tem idade!

Dica de leitura: Em algum lugar no Paraíso

Uma coletânea de crônicas e contos cheios de sarcasmo e humor como só Luis Fernando Veríssimo consegue escrever. O leitor viaja pelo universo de diversos personagens ficcionais criado por esse grande escritor. Uma leitura leve e prazerosa!

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Dica de leitura: Se eu fechar os olhos agora

Uma emocionante história de uma grande amizade entre dois adolescentes, que se veem obstinados por um crime cometido na cidade. A história é basicamente um thriller cheio de suspense e ação, onde esses dois garotos, junto com um idoso,  decidem investigar o assassinato brutal de uma jovem que eles encontraram. Edney Silvestre, com descrições claras e percepções de diversos narradores consegue prender o leitor do início ao fim. Na busca pelos culpados da morte de Anita; Paulo, Eduardo e Ubiratan descobrem um grande ciclo de abusos e problemas familiares em torno de diversos moradores abastados da cidade. O final do livro faz o leitor emocionar-se, apesar de toda a violência narrada em todo livro. A escrita apurada encanta qualquer um.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Dica de leitura: Histórias de gelar o sangue

Realmente esse livro gela o sangue e deixa a gente com muitas pulgas atrás da orelha. Antônio Schimeneck soube contar histórias assustadoras, com personagens jovens e envolventes, através de uma escrita apurada. São sete contos envolvendo mistérios diversos e entes fantásticos, como vampiros, fantasmas, lobisomens. Quem nunca ouviu uma história sobre alguém que já morreu e retornou para assombrar ou apenas ficar vagando por aí. E os lobisomens que uivam feito cão e destroem quem passa no seu caminho. Destaco a beleza de escolha de pequenas citações antes de cada conto. O autor escolheu de forma cuidadosa pequenos trechos de obras de grandes escritores de literatura fantástica, como Rosana Rios, Simões Lopes Neto, Edgar Allan Poe, Bram Stoker, entre outros. Este cuidado especial na apresentação de seus contos acabou dando um refinamento incrível para a obra. Destaco o último conto onde o leitor consegue refazer o trajeto de sustos dos contos anteriores, em uma jogada maravilhosa do escritor. Achei a ideia genial. Recomendadíssimo!

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Dica de leitura: O Príncipe da Névoa

Carlos Ruiz Zafón acerta brilhantemente na escrita de um romance cheio de mistério, onde o leitor se torna espectador de histórias que se cruzam envolvendo pactos, estátuas, palhaços e uma névoa que esconde todo um segredo. A história de Max, um jovem rapaz que vai morar em uma praia quase inabitada e cheia de mistérios. E também a história de um primeiro amor, de um triângulo amoroso e de um ser que aparece em diversos lugares e assume diversas formas cobrando seus pactos. Um livro impactante com um final surpreendente.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Dica de leitura: O filho do açougueiro e outros contos de terror e de fantasia

Christian David consegue reunir neste livros literatura fantástica, de excelente qualidade. Os contos percorrem caminhos obscuros entre seres do imaginário popular, como o Saci e o Curupira, e outros entes que aparecem corriqueiramente em histórias de terror, como vampiros e lobisomens. Nada clichê, o autor consegue prender o leitor com suas ideias originais até o final de cada  conto. Ainda tem espaço para contos de ficção científica, com extraterrestres e territórios imaginários. E não pensem que os contos irão aterrorizá-los do início ao fim do livro. Confesso. Os primeiros contos do livro: "Mercador de Cabeças", "Aproveite o dia", "O filho do açougueiro" e "Arena" são extremamente apreensivos, e como o próprio autor diz, é bom não serem lidos a noite. Gostei especialmente do último conto: "Luana e o balanço", me emocionou e encantou ao mesmo tempo. Entrará no meu repertório de contadora de histórias neste ano de 2014.

Dica de leitura; Contornos do dia que vem vindo

O relato ficcional de uma menina, de uma mulher, e de todos os seus pesares na vida cotidiana. Confesso que o texto me prendeu do início ao fim, pois justamente a autora, Léonora Miano, consegue ter essa conversa clara com o leitor. Acabei sofrendo e me vendo presa a tantos dissabores como a personagem e só consegui me libertar com o término do livro. Contornos do dia que vem vindo não seria tão perfeito quanto o próprio prelúdio da vida que segue.